Vou sair pra ver o céu, vou me perder entre as estrelas…

Nenhum de Nós – Camila, Camila

No teto do meu quarto há uma porção de estrelinhas e planetas fluorescentes. É o começo de uma composição do sistema solar para brilhar e me distrair nas noites de insônia. Exceto pela ironia de que sou míope e que não consigo distinguir bem a imagem desse “céu particular”, adoro a sensação de ter essa “companhia espacial”, já que não dá pra passar a noite dormindo no telhado, para ver estrelas de verdade. (Não dá pelo fato de que já não tenho mais a idade e toda a disposição necessária para essas “façanhas acrobáticas”).
Desde pequena já gostava de estrelas e tentei, muitas vezes, achar o Cruzeiro do Sul no céu. Aliás, quaisquer 5 estrelas juntas já eram, pra mim,  essa constelação. Tive até uma fase de querer-ser-astronauta-quando-crescesse, mas li em algum lugar que mulheres não podiam ter essa profissão e deixei a idéia de lado. Depois de adulta, ouvi a famosa frase: “Quando olhamos para o céu estamos olhando para o passado“, e passei a olhar para cima de outra forma, imaginando quantas daquelas estrelas nem existem mais e, no entanto, elas ainda “estão ali”. Coisa louca isso.

“Quanto mais longe do circo mais eu encontro palhaço”

Foo Fighters – Breakout

Composição de Ismael Silva. Belíssimamente regravada por Luiz Melodia.

Existe muita tristeza
Na rua da alegria
Existe muita desordem
Na rua da harmonia

Analisando essa estória
Cada vez mais me embaraço
Quanto mais longe do circo
Mais eu encontro palhaço

Cada vez mais me embaraço
Analisando essa estória
Existe muito fracasso
Dentro do largo da Glória

Analisando essa estória
Cada vez mais me embaraço
Quanto mais longe do circo
Mais eu encontro palhaço

Karma Police

Depeche Mode – Enjoy the Silence

E, se no campo afetivo, todo mundo tem um karma, o meu é me envolver com homens que tiveram, têm ou terão bandas….ou ainda que saibam tocar um(s) instrumento(s). Tá, claro que afinidade musical é uma coisa que ajuda a despertar meu interesse no sujeito. No mínimo, o cara tem que gostar de música. De qualquer tipo.

Estar envolvida com alguém assim “musical”  traz vantagens (fiz um post sobre isso) mas pode ter um lado meio cansativo: perdi a conta de quantas horas passei congelando dentro dos mais variados estúdios dessa cidade, vendo ensaios e gravações, ouvindo as mesmas músicas exaustivamente em um volume ensurdecedor.
Por outro lado, é possível ter participação em todo o processo de criação, produção e execução de uma música, nos mais diversos papéis: além de namorada do “cara da banda”, você também pode ser roadie, palpiteira, musa inspiradora, compositora, fã, manager… E nos backstages da vida tem-se a oportunidade de assistir a shows de outras bandas e fazer amizade com os integrantes (e, durante o show, a gente faz amizade com as outras “namoradas-de-caras-de-banda”) além de varar noite adentro para fazer show cidade afora, ou fora da cidade, nos festivais de música ( e alguns são muito estranhos, inclusive).

E no fim, tudo o que resta mesmo é uma música solitária no repeat do mp3.

Antes fosse whitesnake…

Dido – Hunter

Daqui a pouco terei que abrir aqui uma Categoria “Interpretação de sonhos” para relatar os meus pesadelos mais esquisitos.

Meu sonho dessa madrugada teve como protagonista uma cobra: achei que tinha perdido o meu medo de serpentes depois que abracei (ou fui abraçada) por aquela Piton amarela linda ano passado. Saudades dela…vontade de ter uma (sério!).
Hum…voltando ao pesadelo…apareceu uma coral enooorme aqui em casa. Não sei se era falsa ou verdadeira, na hora do pânico ninguém vai querer reparar nisso, né? Corri pra contar à minha mãe que teve a idéia de amarrar a boca dela com um barbante e colocá-la dentro da máquina de lavar roupa (hein???). Eu fiquei parada, olhando desesperada, enquanto ela tentava fazer isso. Daí acordei.

Significado de sonhos com cobra: traição.

o.O

Quero ver quem paga pra gente ficar assim

Nelly Furtado – Try

Msn:

Virgínia: Eu comecei a fazer dívidas…minha primeira fatura de cartão de crédito na vida chegou semana passada
Bom: Estou orgulhoso
Fiquei sem palavras
Agora falta torrar esse cartão com os amigos
Virgínia: hahahahahhahahahha Como diria o Cazuza, cartão de crédito é uma navalha
Bom: Com certeza
Vamos nos cortar numa mesa de bar
Virgínia: hahahahhahha tá, mas eu bebo suco 😀
Bom: Pra mim está ótimo, rs

Essa é nova…

Diana Ross – More Today Than Yesterday

Virgínia diz: eu gosto de ir ao cinema sozinha, às vezes…compro pipoca, chocolate e me esbaldo
Boris diz:
eu gosto de ir nas sessões mega vazias
Virgínia diz:
as que eu não gosto muito são aquelas que acabam de madrugada…depois que o shopping fechou
Boris diz: são as melhores
Boris diz: tipo, nessas vão: assassinos, assaltantes, psicopatas, casais safados, maníacos depressivos…
Boris diz: muito bom!!
Virgínia diz: hahahahhahahahahahahhahahaha nunca tinha notado 😛
essa foi boa